SERVIÇOS

ESTRUTURA METÁLICA

Generalidades
A  fabricação das estruturas metálicas é  feita a partir de chapas, perfis laminados, soldados  ou  compostos.  As  peças  estruturais  de  aço  têm  uma  dimensão  (barras), enquanto a estrutura  trabalha  tridimensionalmente, precisando de novas conexões entre as  peças.
A  geometria  da  secção  transversal  dos  perfis  é  escolhida  devido  ao  tipo  de esforço que a peça estará submetida.  
A  chapa  é  o  material  básico  da  fabricação  metálica,  é  encontrada  em varias
espessuras  e  pode  ser  usada  para  formar  perfis  soldados  ou  estruturas  em  placas enrijecidas.
A fabricação da estrutura metálica começa com um contrato que provavelmente vai envolver  os  processos  de  fabricação  e  montagem  da  estrutura,  como  o projeto  com desenhos de detalhamento das ligações entre peças estruturais.
As  peças  de  aço  chegam  da  usina  siderúrgica  por  caminhão  ou  trem,  nelas  são feitas marcas de acordo com o tipo de aço e peso. Antes de ser utilizada a peça é limpa com  jatos  de  partículas  e  pintura  com  primer,  então  é  levada  para  o  forno  para aquecimento,  e  depois  recebe  jatos  de  partículas  cerâmicas  que  removem  sujeira  e corrosão e permite máxima adesão a pintura, em seguida é feita a pintura com spray de um  primer  para  proteção  das  superfícies  limpas.  Logo  após  começa  o  processo  de fabricação.
Para  uma  estrutura  de  edifício  as  peças  inicialmente  são  cortadas  em  seu
comprimento por uma serra circular, essa operação é controlada por computador.  

O  processo  de  furação  por  broqueamento  também  é  controlado por  computador. Perfis curvos ou complexos podem ser produzidos com corte por chama de oxiacetileno (maçarico).  Perfis  de  chapa  dobrados  são  fabricados  a  frio  em  prensas  especiais chamadas  de  dobradeiras.  Os  perfis  cilíndricos  ou  cônicos  podem  ser  produzidos  por deformação a frio.
Nas soldas usuais a fusão do aço é provocada pelo calor produzido por um arco voltaico entre o eletrodo metálico e o aço a  soldar  (metal base). O eletrodo manual é  revestido para  que durante a  sua  fusão este  revestimento  se  transforme em  gases  que  isolam  a região da solda protegendo-a de reações com a atmosfera.

Após  todos  os  componentes  de  peças  de  um  sistema  estrutural  estiverem
fabricados, eles  são  levados para área de conexões, para  serem  ligados por  soldas ou parafusos.    Deve  haver  a  inspeção  da  solda  para  garantir  que  não  há  defeitos  como porosidade, falta de penetração e trincas.

Depois da  fabricação é  feito o acabamento das estruturas com pintura manual ou
automática, para depois serem transportadas.

É necessário cuidado e atenção no detalhamento e na eficiência na fabricação da
estrutura metálica, para minimizar problemas no campo e tornar mais rápida e eficiente a montagem.
Vãos livres e altura da edificação:
A construção moderna exige que o sistema vença grandes vãos e grandes alturas
ocupando  menos  espaço  estrutural  e  liberando  áreas  para  a  ocupação  da  edificação.  
As vigas de aço podem alcançar grandes vãos livres, com as menores alturas finais.

Desperdício:  
A estrutura em aço é industrializada por natureza, o que garante menores níveis de
perdas. Portanto, para uma obra sem desperdícios é preciso o planejamento, otimizando o emprego de cada material e suas interfaces.

Vantagens:
•  Proporciona  uma maior  rapidez  na  execução  da  obra  e  garantia  nos  lucros  por serem  industrializadas,  seu  processo  de  confecção  pode  ser  realizado
simultaneamente ao processo das  fundações, o que acelera a entrega da obra e
ainda, não sofre imprevistos com as ocorrências de chuvas. Isso resulta em maior
quantidade  de  obras  realizadas  em menor  espaço  de  tempo, maior  rapidez  nas entregas do imóvel e retorno de investimento;
•  Têm  uma  garantia  de  qualidade  e  de  reciclabilidade,  maior  que  as  demais estruturas, por serem  totalmente  industrializadas, estas estruturas passam por um processo de controle de qualidade altamente rigoroso, garantindo, desse modo, um material superior aos de processos convencionais. Além de que, essas estruturas são  totalmente  recicláveis  podendo  ser  futuramente  reaproveitadas,  tanto  nesta, quanto em outras obras;
•  Oferece  ousadia  de  criação,  pois  a  constituição  do  aço  atribui  liberdade  no planejamento de designers diferenciados;
•  A unidade utilizada em estruturas metálicas é o milímetro, garantindo uma estrutura totalmente aprumada e nivelada, as quais  facilitam enormemente o assentamento de esquadrias e elevadores. Vantagens  
•  Material altamente resistente o que permite sofrer tração, compressão e flexão sem prejudicar o desempenho do material;
•  Obtém uma área útil maior por  suas  vigas e pilares  serem mais esbeltos que as produzidas por estruturas convencionais, este  tipo de construção oferece grandes vãos proporcionando melhor aproveitamento da área construída;
•  As estruturas metálicas ocasionam uma grande economia nos materiais, na mão-
de-obra, e na construção em si. Sua extrema compatibilidade com  todos os  tipos
de materiais, estas estruturas permitem a adoção de sistemas de fechamentos pré-
fabricados  (lajes,  painéis  de  concreto,  etc),  evitando  grandes  depósitos  de  areia, brita, cimento, madeiras e  ferragens, reduzindo assim, o desperdício de materiais, bem  como mão-de-obra  especializada  e  ainda  evita  acidentes  de  trabalho  pela limpeza e organização no canteiro de obra. Também por serem mais leves, o custo das fundações chega a ser até 30% menor.

Avenida Pinguim, Nº 304 | Lote 201 - A6 - Sala 01 | Telefone: (44) 4141-5252 | Maringá - Paraná